Skip directly to content

Histórico

DE CRED-UFMS A SICREDI UNIÃO MS/TO
Origens, memórias e idéias: uma história de realizações

 

A origem da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Federais – CRED-UFMS nasceu por volta de 1986 por um grupo de servidores que pensavam em fundar uma cooperativa de consumo associado a servidores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS.
No dia 26 de agosto de 1988 através da vontade de 45 servidores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, nascia a CRED-UFMS, depois de mais de dois anos de discussões e planejamentos, que trazia na vontade dos seus fundadores as sementes de uma das suas máximas: “desenvolver-se ou desenvolver-se”.
Com o objetivo estimular a educação cooperativa e financeira de seus cooperados, a Cooperativa dá então os seus primeiros passos ainda vacilantes, no mundo das finanças. Isto é feito através de ajuda mútua, da economia sistemática e do uso adequado do crédito com juros mais baratos, além da prestação de serviços que visam a trazer benefícios reais aos cooperados.

 

Incentivadores e pioneiros
Entre os incentivadores e pioneiros da Cooperativa destaca-se o prof. Flodoaldo Alves de Alencar, que apostava no sucesso de uma cooperativa dentro da UFMS. Ele dizia: “A cooperativa é altamente confiável. Seu capital é administrado pelos próprios participantes, através do Conselho de Administração e Fiscal eleito por seus pares”. 
A CRED-UFMS teve como área de atuação as dependências da UFMS, atendendo servidores da capital e dos seus centros universitários do interior.
A estrutura organizacional naquela época e até hoje, se sedimenta nas bases do quadro social através da atuação dos Comitês Educativos, que buscam difundir e promover a harmonia da filosofia cooperativista junto aos cooperados, em seu próprio local de trabalho, transmitindo ao Conselho de Administração seus anseios e reivindicações.

 

O Bacen autoriza
O Banco Central do Brasil, através da Autorização de Funcionamento (AF) nº 09946325, de 2 de fevereiro de 1989, credenciou a CRED-UFMS a iniciar sua Operacionalização e, em junho daquele ano, foram liberados os primeiros empréstimos a seus cooperados. 
Quatro anos após sua fundação, a Cooperativa instalou a sua sede própria, à Rua Margareth, 285, ao lado do estacionamento do Morenão, com 480m2 de área construída, num terreno de aproximadamente 700m2, em espaço físico próprio, após uma grande reforma de adaptação de suas nossas necessidades.

 

Comunicação na origem
Nascia ali uma nova fase, em todos os sentidos. Publica-se o seu 1º Informativo impresso, em outubro de 1992, como um dos veículos de comunicação para a comunidade cooperativista da UFMS, pois a necessidade e carência de informações verificada entre os cooperados vinha sendo um dos maiores obstáculos para que a Cooperativa atingisse plenamente seus objetivos.
Cinco anos de cooperativismo, 26.08.1993 a CRED-UFMS apresenta uma grande expansão, tanto em seus serviços prestados, quanto ao aumento de número de seus cooperados. Como exemplo de eficiência e responsabilidade, a ela fornece o Programa de Cesta Básica, que fazia a aquisição e distribuição de gêneros alimentícios de primeira necessidade a seus cooperados.
Coordenado e executado por seus associados, a CRED-UFMS, sob a supervisão do Conselho de Administração, aprova as Normas do Programa de Cesta Básica em outubro/93, o que proporciona crédito e moeda a seus associados – por meio da mutualidade e da economia solidária – também dentro da sua função social.

 

Sacolão de Natal
Complementando o programa de Cesta Básica, a CRED-UFMS, implementa o sistema de SACOLÃO, com o fornecimento de produtos horti-fruti-granjeiros, distribuído quinzenalmente, e após alguns ajustes semanais, com preços abaixo dos oferecidos pelos sacolões da cidade. Instala-se, também, a partir de dezembro de todos os anos o SACOLÃO ESPECIAL DE NATAL.
Esse crescimento só foi possível graças à conscientização e colaboração dos cooperados que, como donos e usuários da Instituição, definiram claramente as normas para prestação de serviços.
No esporte a Cooperativa foi destaque estadual. Na comemoração do Dia Internacional do Cooperativismo, a OCEMS – Sindicato e Organização Cooperativa Estadual de MS realizou o III TICOOP, no qual a CRED-UFMS, participou pela primeira vez, sagrou-se campeã geral do torneio.

 

Conta corrente
Em fevereiro de 1994, começou a implementar do sistema de conta corrente, feita através da participação dos seus dirigentes e um Encontro Nacional de Cooperativismo de Crédito, realizado em Vitória-ES. Lá, destacou-se o potencial das cooperativas que operavam com este sistema de conta corrente e que processavam folhas de pagamento das empresas, dos estados onde elas atuavam.
E em fevereiro de 1995, o sistema contava com aproximadamente 75 correntistas, um número ainda pequeno, se considerarmos que já eram mais de uma mil pessoas cooperadas.

 

Grupo de compras
Em fevereiro de 1996, foi criado o 1º Grupo de Compras, mais uma vez a comprovação de que a união faz a força, quarenta e três cooperados foram beneficiados com computadores com o preço mais baixo que o mercado. E o 2º grupo veio logo em seguida e isso prossegue até hoje. 
Em julho de 1996, começa a construção da nova sede da empresa. Localizada no setor bancário do campus da UFMS, na capital, lá funcionaria o “Banco Cooperativo”.

 

Calendário institucional
Em janeiro de 1997, a CRED-UFMS distribui o seu primeiro calendário decorativo de mesa, mais do que um brinde, o calendário seria também um veículo de comunicação dirigida, o qual divulga algumas mensagens bem definidas, tais como o nome da CRED, o seu desejo de incentivar bons hábitos, como o de planejamento em geral, a cultura e talentos regionais. 
Março de 1997 lança-se o primeiro Programa de Capitalização Voluntária – que consistia basicamente no investimento da Conta Capital.
Em 09 de junho de 1997 inaugura-se a nova sede administrativa da CRED-UFMS, na área bancária da UFMS. Um marco de um período que se apresentava cheio de desafios e de oportunidades. 
26.08.97 – ao comemorar os seus nove anos de atividade, a CRED-UFMS já tinha razão de sobra para se orgulhar de sua trajetória vencedora. Marca o final e também o início de uma fase na vida Instituição. Então com cerca de 1.200 sócios e uma crescente procura de interessados em nela ingressar. 

 

Um ícone em visita
A presença de Roberto Rodrigues, um dos expoentes do cooperativismo no Brasil, é como o maior presente aos cooperados e à comunidade universitária. Ele proferiu a palestra “A importância do Cooperativismo no Mundo Atual, suas Perspectivas ante a Globalização da Economia”. Fez-se na ocasião, o sorteio de 01 computador para o cooperado que estava participando do plano de Capitalização Voluntária – PCV.
27.03.1998 - CRED-CAP – o jogo do Ganha-Ganha - 3º Programa  de Capitalização Voluntária, os cooperados concorreram a uma moto Honda 125 cc e a um televisor em cores de 29 polegadas.

 

Adesão ao Sicredi
Julho de 1998 muda-se o nome e logomarca da Cooperativa, que passa a integrar o Sistema de Crédito Cooperativo, o SICREDI. A mudança para SICREDI-UFMS é antes de tudo um marco no processo de busca constante de excelência e eficiência, no que se refere aos seus objetivos expostos no Estatuto Social da Cooperativa.
24.08.1998 – Realiza-se a 1ª FEIRACOOP – com ambiente inesquecível, muita alegria, criatividade e bons negócios, marcaram as comemorações do dez anos da SICREDI-UFMS.  
No dia 08.12.98, foi o marco há muito esperado pela comunidade, em especial os cooperativistas de crédito do MS, foi a materialização de um sonho a muito acalentado por todos, um momento histórico para o desenvolvimento do Sistema de Crédito do Estado. Inaugura-se a Agência do BANSICREDI – Banco de Crédito Cooperativo.

 

Cartões magnéticos
Fevereiro de 1999 – O Banco de Crédito Cooperativo – BANSICREDI – lança centenas de cartões magnéticos aos seus cooperados correntistas. Um verdadeiro presente aos seus cooperados que pediam esse produto em ascensão nas demais instituições financeiras.

 

Na internet
Maio de 1999 – Cesta Básica – qualidade acima de tudo – Reforma do prédio onde funciona a Cesta Básica demonstra a determinação em atender cada vez melhor o cooperado. Os pedidos da Cesta Básica já podem serem feitos através da Internet on line.
26.08.1999 – Onze anos da SICREDI-UFMS – Crescimento geométrico sobre todos os aspectos – já eram mais de 1.300 pessoas. É a Instituição de maior credibilidade na comunidade universitária. É um exemplo claro e vivo de que as crises podem ser aproveitadas para nos transformarmos e nos desenvolvermos. 
Outubro de 1999 – 1ª Palestra “A economia começa em casa”, ministrada pela profª Cléia, disperta o interesse de várias pessoas formaram os grupos de multiplicadores, encarregando-se de difundir as orientações e procedimentos de como elaborar e manter o orçamento doméstico sobre controle.
Fevereiro de 2000 – Plano de Capitalização Premiada do SICREDI no MS
Abril de 2000 – Crescendo e aparecendo - Ampliação do espaço físico da SICREDI-UFMS em 36 m2 – com a reinauguração, em agosto daquele ano.
Maio de 2001 – 1º Encontro de Administração Financeira Familiar e Educação para o Consumo”, evento ministrado por voluntários, sob a coordenação do Comitê Central. 
26 de agosto de 2001 – Ao completar 13 anos de existência, a SICREDI Federal – MS já é considerada adulta e com muito juízo – lança–se oficialmente dois novos produtos – cartões magnéticos de crédito e débitos, com a bandeira (VISA e VISA Electron).
Novembro de 2001 – Campanha de Captação SICREDI 2001 – sorteio de um carro zero km e um televisor 20 polegadas
Dezembro de 2001 – Formatura da 1º Turma do Supletivo, curso integralmente patrocinado pela Cooperativa, aos seus associados, dependentes e empregados.

 

Aliança Estratégica e Histórica
Sicredi União Cerrado se junta à Sicredi União MS e passam a ser mais fortes e bem sucedidas.
No começo era um sonho, mas agora virou realidade: a realização da Assembleia Geral Extraordinária Conjunta, ocorrida no dia 01/6/2015, comprova o fato histórico. São cerca de 5 mil associados, das áreas urbana e rural, distribuídos nas cidades de: Palmas, Dianópolis e Pedro Afonso, nos Estados de Tocantins e Luís Eduardo Magalhães, na Bahia que se juntam aos mais de 22 mil associados da Sicredi União MS, agora sob o nome de Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Associados União dos Estados de Mato Grosso do Sul, Tocantins e Oeste da Bahia – Sicredi União MS/TO, somando mais de 80 milhões de reais em patrimônio e ativos totais de aproximadamente 350 milhões de reais.
O objetivo principal é unir forças, recursos de toda ordem e somar talentos, possibilidades, experiências e o desejo de viver melhor, sob os preceitos do Cooperativismo. Estes objetivos foram os motivadores do passo importante para se chegar a este momento histórico.
Para essa concretização foram realizadas Assembleias Extraordinárias individuais de delegados, que são os representantes dos associados distribuídos em 39 Núcleos na Sicredi União MS e 20 Núcleos na Sicredi União Cerrado, culminando com uma Assembleia Conjunta dos delegados, realizada em Goiânia-GO, no dia primeiro de junho passado, que homologou todo o processo em conformidade com a legislação vigente e as exigências do Banco Central do Brasil.