Skip directly to content

Mulheres em posições de liderança em cooperativas de crédito – Permita que os demais ouçam a sua voz

03/09/2018

Como palestrante, instrutora e apresentadora de rádio, uma das ferramentas mais importantes que tenho é a minha voz. Quando a laringite se instalou e foi seguida por uma bronquite, comecei a me perguntar como e se alguma vez teria minha voz de volta. Comecei a pensar em como começamos nossas vidas tendo nossas vozes e, por algum motivo, perdemos isso. Por que isso acontece e como podemos encontrar nossa voz, seja falando, escrevendo ou nas redes sociais? Ter uma voz é o que você diz para o mundo e nesta plataforma de fácil conexão, você precisa ter certeza de que o que você diz é importante e vale a pena ouvir.

 

Então a questão é por que alguém quer ouvir o que você tem a dizer? Suas palavras são o que faz os outros darem atenção. Elas devem ser autênticas e valiosas e fazer os outros pensarem. Elas devem compartilhar sua paixão e seu propósito e devem fazê-la pensar também. Sua palavra é seu vínculo e sua voz compartilha isso com o mundo. Muito poderoso, não é?

 

Mas é mais do que apenas a palavra falada. É ver uma pessoa, e ver e sentir a sua excitação. É o que elas compartilham com os outros. É o que faz se destacar em uma multidão de milhões de outras pessoas. É perceber o que é importante para você e realmente tomar posse disto. É sobre ser autêntica e intencional ... algo de que falamos com bastante frequência. Isto lhe dá o tempo e a razão para fazer o que você ama, pela razão que você ama com as pessoas que você ama.

 

Vamos direcionar essa conversa para mulheres em posições de liderança. O que você pode fazer como líder para encontrar essa voz tão crucial? Você vê que sua voz no âmbito empresarial é sua marca e como você se comunica é o que traz mais "ouvintes" na forma de clientes, membros da equipe e colegas. Pronta para começar, mas não sabe como é isso? Aqui estão apenas algumas ideias:

 

1. Você sabe o que a sua voz representa? Como os demais lhe ouvem e como os seus valores principais se encaixam? Sua voz é a sua marca e permite que os outros saibam o que você representa e o que você oferece aos outros, então seja clara.

 

2. Você sabe o que ou quem te inspira? Pense naqueles que atraem você e determinam o que é e por que é. Você tem essas mesmas qualidades e as usa da mesma maneira? Se eles te inspiram, você quer fazer o mesmo pelos outros.

 

3. Você tem a experiência para compartilhar? Cada passo em sua jornada lhe deu lições aprendidas... tanto positivas quanto negativas. É isso que faz de você quem você é e é isso que você pode ser compartilhado com outras pessoas. Use sua voz de modo que os outros saibam que você esteve lá e fez isso e está aqui para compartilhar os resultados.

 

 

Quando você puder responder a essas perguntas, então é o momento de pensar no que a torna única no mundo dos negócios. Lembra daquelas milhões de outras em seu espaço? Vamos ajudá-la a se destacar. Você tem que combinar sua história, a razão pela qual você faz o que você faz e que tipo de experiência você quer que seus clientes sintam e levem embora. Vamos começar com o primeiro passo:

 

Coloque-se nos sapatos do outro - Mais do que tudo, seus clientes e sua equipe querem saber que você os entende e também os seus desafios. Fazer as perguntas que lhe dão as lutas deles nas palavras deles é como ganhar na loteria. Usando essas informações, você pode fornecer a eles as soluções que eles precisam e desejam nas próprias palavras deles. Você consegue ver o quão poderoso isso pode ser?

 

Esteja presente - Não importa se você está falando, escrevendo, blogando ou usando qualquer outra forma para ser ouvida, certifique-se de estar presente. Quando você faz uma pergunta, verifique se há respostas e, em seguida, é sua vez de continuar a conversa. Se você estiver conhecendo alguém pessoalmente, não use o telefone e tampouco olhe para outra situação. Estar presente mostra que você está interessada e que dá continuidade a uma ótima experiência.

 

Não se preocupe com o que todo mundo está fazendo. Não se compare com os outros. Seu objetivo é fornecer a experiência... sua experiência, não a de outra pessoa. Como diz o ditado: “Não importa o que os outros estão fazendo. É importante o que você está fazendo.” Se você fornecer a experiência de outra pessoa, por que então seus clientes simplesmente não trabalham com ela? Não é sobre ser perfeita, é sobre ser autêntica e essa é a sua voz.

 

- Finalmente, você é mais que suficiente. Esta palavra parece ser o fio comum em muitas das nossas conversas. O suficiente é o suficiente para ser o suficiente. Trazer os seus clientes ao seu mundo de ser é o que eles realmente querem. Dar uma olhada atrás da cortina é dar a eles um assento na primeira fila para ouvir sua voz. Nem todo mundo é para todos e isto está bem. As pessoas trabalham com aqueles que conhecem, gostam e confiam e eles escolheram você. Sua voz é aquela que eles querem ouvir para ajudá-los a mudar as vidas deles e então compartilhar com seus amigos. Não deixe que a conversa negativa disfarce a voz que você deveria compartilhar.

 

Não de trata de encontrar sua voz. Trata-se de dar a si mesma a permissão para usá-la.

 

 

 

Fonte: https://www.cuinsight.com/women-in-leadership-position-in-credit-unions-... (acesso em 25.08.2018)